Dicas e Informações

Tatuagem Tatuagem

Mas, o que é a Tatuagem? Como as tatuagens surgiram no Brasil? É possível removê-la?
“A mesma quantidade de amor que uma pessoa sente ao fazer um tatuagem é a mesma proporção quando a pessoa decide removê-la do corpo.” Quando o assunto é modificação corporal um dos métodos mais conhecidos e cultuadas no mundo, é a tatuagem.

Mas, o que é a tatuagem?

Tatuagens são desenhos permanentes feito na pele que, tecnicamente, é uma aplicação subcutânea feito através da introdução de pigmentos por agulhas, uma método que por muitos séculos foi absolutamente irreversível (mesmo que, nos dias de hoje já seja possível “removê-la”, há casos em que o processo de remoção deixa cicatrizes e varia a cor sobre a pele).

A arte está presente há muito tempo no mundo, existem diversas provas arqueológicas que confirmam que tatuagens já eram feitas no Egito entre 4000 e 2000 a.C., e também por nativos da Polinésia, Filipinas, Indonésia e Nova Zelândia (maori), elas eram feitas em rituais ligados a religião.

Na Idade Média, a Igreja Católica proibiu a tatuagem na Europa, o Papa à proibiu por considerar um prática demoníaca, qualificando-a como uma prática de vandalismo com o próprio corpo, afirmando em sua doutrina como uma forma de vilipendiar o templo do Espirito Santo, o corpo, levando seus fiéis a uma forma verdadeiramente reta de louvor a Deus.

A palavra Tatuagem, do francês tatouage, do inglês tattoo, tem sua origem em línguas polinésias (taitiano) na palavra tatau e acredita-se que todos os povos circunvizinhos ao Oceano Pacífico possuíam a tradição da arte além das dos Mares do Sul.

Tatuagem no Brasil

No Brasil a tatuagem elétrica é uma arte muito recente, o dinamarquês Knud Harld Lucky Gregersen (também conhecido como Lucky Tattoo) trouxe-a para o País por volta dos anos 60 e sua primeira loja foi na cidade portuária de Santos. A loja ficava próximo ao cais, naquela época está zona era de boemia e prostituição da cidade.

Isto colaborou muito para a disseminação de preconceitos e discriminação da arte. A loja de Lucky estava localizada em uma zona de intensa movimentação de imigrantes embarcados, diversas vezes bêbados, bagunceiros e envolvidos com drogas e prostitutas; provocando um estigma de arte marginal que se estendeu por anos.

Nos dia de hoje, graças à difusão de notícias pela TV e através de meios de comunicação como a Internet, a tatuagem está alcançando toda a população brasileira.

Remoção de tatuagem

Tatuagens são sinônimos de serem permanentes, entretanto há diversos métodos de removê-las, seja uma remoção de tatuagem total ou parcial. Existem métodos caseiros e profissionais de remoção.

O laser é um dos métodos mais utilizados para este procedimento, porém há riscos. O custo e a dor para se remover uma tatuagem são tipicamente maiores do que o custo e dor de se obter uma. Além do laser, existem também as técnicas de dermoabrasão e salabrasão (esfregar a pele com Sal) e métodos naturais.

Você entende a importância de tomar alguns cuidados necessários antes de fazer sua tatuagem? Clique aqui e conheça.

A História da Tatuagem: Arte existente há mais de 3.500 anos A História da Tatuagem: Arte existente há mais de 3.500 anos

A História da Tatuagem: Arte existente há mais de 3.500 anos
A história da tatuagem começou a cerca de 3500 anos atrás, neste tempo a tatuagem era utilizada como forma de expressão da personalidade ou por indivíduos de uma mesma comunidade (sociais e religiosas). Os primitivos tatuavam-se para marcar os acontecimentos da vida biológica: nascimento, puberdade, reprodução e morte. E também para relatar os fatos da vida social: virar guerreiro, sacerdote ou rei; casar-se, celebrar a vida, garantir a vida do espírito durante e depois do corpo, etc.

➜ Neste link você poderá saber tudo sobre remoção tatuagens e procedimentos atuais. Clique aqui !

No período Cristã, na clandestinidade, sob o jugo do poder pagão, os cristãos se identificavam através de sinais tatuados, como cruzes, as letras IHS, o peixe e letras gregas. Na modernidade, a tatuagem foi vista como um ato marginal durante diversos anos.

Com o passar dos anos, a tatuagem vem deixando de ser um ícone de marginalidade. Hoje em dia, a tatuagem é vista como uma forma de expressão individual de arte e estética do corpo, os desenhos não são mais toscos como as de cadeias, são desenhos extremamente coloridos e com traços mais finos.

Fora toda a história da tatuagem, o conceito de origem independente se encaixa perfeitamente, já que ela foi inventada diversas vezes, em diferentes épocas e locais do Mundo, com variações de propósitos, técnicas e resultados.

Os tipos de arte durante a história da tatuagem

Tradicional (tatuagem de marinheiro): também conhecidas como Old School, são tatuagens tradicionais com desenhos de rosas, caravelas, âncoras, gaivotas, afinal, foram os marinheiros que divulgaram a tatuagem pelo mundo.

Sumi: é uma técnica oriental que usa bambu ao invés de maquinas com agulha. Normalmente os desenhos são repletos de detalhes.

Realista: são desenhos que tentam chegar ao mais próximo da realidade, como rostos de pessoas, animais e etc.

Estilizada: como o próprio nome já diz, são desenhos estilizados.

Alto relevo: muito difundida entre os índios. A pele é dissecada formando desenhos com uma infinidade de cores, praticada principalmente por aborígenes, de origem africana.

Belfaro Pigmentação: maquiagem definitiva, como delineador, batom, etc.

Celta: são desenhos de origem celta com figuras entrelaçadas. Podendo ser preta ou colorida.

Tribal: muitas vezes este tipo de desenho é feito apenas na cor preta, porém podem ser colorido. Os desenhos podem seguir as tribos norte-americanas, haidas, maias, incas, astecas, geométricas ou abstratas.

Oriental: são trabalhos grandes, que cobrem grande parte do corpo. Geralmente, quem escolhe este tipo de tatuagem faz desenhos de samurais, gueixas, carpas e dragões.

Psicodélicas: trabalhos supercoloridos com desenhos totalmente senseless.

Religiosas: são desenhos com personagens bíblicos, rosas, uma cruz, pombas, etc.

Bold line: desenhos das histórias em quadrinhos com traços bem largos e cores fortes.

Branding: tatuagem feita a ferro e fogo.

Como são feitas as tatuagens e quais cuidados tomar

Os desenhos de uma tatuagem são feitos através de pigmentos importados de origem mineral, principalmente, e com agulhas próprias para a técnica, essas agulhas são descartáveis, portanto não podem ser reutilizadas (mesmo que seja na mesma pessoa).

O maquinário, de preferência, devem ter a ponteira em aço inox cirúrgico e/ou descartáveis, a limpeza têm de ser feita por ultra-som e esterilizadas com estufa a uma temperatura igual ou maior do que 170 º C por pelo menos 3 horas.

As ferramentas utilizadas para raspar/depilar a área que a tatuagem será feita não podem ser reutilizados em outros clientes.

O profissional deverá utilizar luvas e máscaras durante todo o procedimento, isso evitará possíveis infecções e até contaminações de doenças transmissíveis pelo sangue.

A higiene do local é extremamente fundamental. Um ambiente limpo reduzirá ainda mais as chances de contaminações.

Para evitar possíveis arrependimentos, peça a indicação de algum amigo, caso não tenha, procure por tatuadores que tenham, pelo menos, 5 anos de experiência. Pois, quanto mais anos de experiência o tatuador tiver, mas estudo e prática ele terá.

Vale alertar que é muito comum em pessoas que se auto-tatuam ou são tatuadas que com o tempo podem se arrepender ou a tatuagem não fazer mais parte da seu estilo de vida, dai existe a necessidade de remover a tatuagem parcialmente ou total, e isso é outro dilema dependendo de como foi feita e da tinta utilizada.

Você percebeu que é necessário tomar alguns cuidados ao fazer uma tatuagem não é mesmo? Por isso, separamos um checklist importante antes de fazer uma tatuagem para ter mais segurança e minimizar todos os riscos possíveis.

Gostou da história da tatuagem? Deixe seu comentário.